Soletrando no telefone

Falar o nome de letras pelo telefone, quando você precisa soletrar alguma coisa, pode ser um certo desafio. F e S soam parecidos, B e P também, T e D, M e N… para não gerar confusão, é normal usar palavras que começam com aquela letra, para especificá-la. No Brasil, por exemplo, costuma-se usar N de Navio, D de Dado, M de Maria, A de Abelha, etc, algumas palavras escolhidas são sempre as mesmas (“N de Navio” é um clássico), outras vão da criatividade da pessoa que está soletrando.

Obviamente, na Alemanha isso também existe. Mas a diferença é que é totalmente oficial e segue uma norma específica. Tão oficial que, ao precisar soletrar por exemplo seu email por telefone, as pessoas nem falam mais as letras, só as palavras correspondentes. A norma em questão é a DIN5009 (DIN é a equivalente alemã da ABNT). Nessa lista, as palavras usadas para cada letra são, na maioria, nomes próprios.

Richard para R, Anton para A, Paula para P são alguns dos exemplos.

Ainda hoje passei por duas situações que me foram extremamente confusas, mas que são totalmente padrão em telefonemas na Alemanha. Primeiro tive que telefonar para uma pessoa e perguntar o email dela para enviar um arquivo. O fulano, Herr Thomas Müller (nome fictício) me responde: “Ah, claro, meu email é Theodor Martha Übermutt Ludwig Ludwig Emil Richard sem ponto, arroba etcetc”. Por sorte eu já tinha uma noção de que ele tava soletrando, se fosse há algum tempo atrás eu provavelmente teria enviado o email para theodormarthaübermuttludwigludwigemilrichard@etcetc. Só que ele falou tão, tão rápido os nomes que eu teria que ter estado muito pré-preparada pra entender se já não soubesse o nome dele. (Na verdade eu só sabia o segundo nome, e o email tinha a primeira letra do primeiro nome que eu obviamente não entendi na soletragem bizarra mega-rápida. Tive que ligar de novo e pedir pra ele soletrar de novo, mais devagar…)

annoyed-lady-on-phone

Telefonar em alemão ainda é uma atividade que me faz soar frio por causa dessas confusões, e como se não bastasse a primeira, no mesmo dia passei ainda por uma outra situação similar, só que ao contrário. Me liga uma pessoa que tinha tentado me mandar um arquivo, mas o email tinha voltado. Queria confirmar meu email. Não teria problema eu soletrar usando palavras ou nomes diferentes dos da norma, mas é lógico que nessa situação dá um branco total na cabeça e você não consegue pensar em absolutamente nenhuma palavra que comece com aquela letra. Especialmente em alemão!

Esse foi meu diálogo no telefone: “L de… ahm… L… L.” “De Ludwig?” “É. A de…. Ahm… não sei… A.” “Anton?” “Isso. I de… er, bem… I. S de… enfim, S. Lais.”. Foi bem constrangedor. E também não ajuda quando os nomes ou palavras tipicamente usadas pra isso são palavras que você desconhece completamente. A pessoa no telefone me soletra meu nome de volta e eu não tenho a menor idéia de que palavra ele falou quando chegou no I. Pareceu ser uma palavra começada com I, então eu confirmei, mas acho que era outra coisa porque o email voltou de novo…

Mas tudo bem, tudo bem: isso não acontecerá novamente. Logo depois do segundo telefonema fui correndo procurar a lista oficial de palavras para soletrar. Imprimi e deixei de cola do lado do telefone no escritório!

Essa lista você pode encontrar procurando por “Buchstabiertafel” (que pode ser traduzido pra algo como “quadro de soletrar”) ou pela norma, DIN5009. Ou ainda, clicando nesse link aqui do Wikipedia que mostra a lista oficial da Alemanha, a da Áustria, a da Suiça, e a de duas normas internacionais (uma dessas é aquela que sempre se ouve em filmes, usada para várias coisas internacionais como comunicação entre aviões e torres de comando: Alfa, Bravo, Charlie, Delta, Echo…).

Recomendo pra qualquer um que precise telefonar bastante na Alemanha aprender o seu nome desse jeito. O meu agora eu já sei: Ludwig Anton Ida Samuel!


(Publicado em 31 de Agosto de 2016)

Anúncios

3 comentários

  1. É em toda Alemanha assim? Nunca tinha ouvido algo parecido aqui na região onde moro. Eu sempre digo que meu nome é que nem Bruno, só que com A no final e todo mundo entende. Tiveram muitos que disseram que queriam ter um nome assim criativo que nem o meu, mas nunca tive que soletrar nem nada. Vou ficar de ouvidos atentos a partir de agora!

    LG,
    Berta Richard Ulrich Nordpol Anton hahaha

    1. Oi Bruna! Acho que é bem comum sim, pra quando precisa soletrar email por telefone. Pra falar o nome nem tanto, pq normalmente são situações que não tem tanto problema errar uma letra Mas se a pessoa anota uma letra errada no endereço de email, o email não chega né, daí a precisão! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s