Lagos

Ontem experimentei um hobby super típico no verão na Alemanha: nadar em lago.

Já comentei um pouco sobre isso no post sobre as piscinas (Erlebnisbäder), mas os alemães adoram água. No verão, qualquer aguinha é imediatamente ocupada por crianças e adultos se divertindo. E como a Alemanha não é um país com muitas praias, o substituto que os alemães que não moram perto da costa norte do país encontraram para resolver o verão são os vários lagos espalhados pelo país.

Vários, talvez a maioria, desses lagos não são naturais. São grandes buracos criados no processo de escavação para obtenção de carvão para produção de energia ou cascalho para utilização na construção civil. Após a extração do minério desejado, o buraco é então preenchido com água e voilà: Um belo lago para o uso da comunidade local. Alguns são também pequenas represas. Seja qual for a origem do lago, no verão estará repleto de alemães felizes nadando e tomando sol às margens. Uma praia sem ondas e com grama no lugar de areia (em alguns lugares eles até colocam areia).

2014-07-20 18.36.29(2)

2014-07-20 15.50.42

 

E embora os lagos sejam normalmente um pouco afastado das cidades, alguma infraestrutura pode ser encontrada às margens. Biergartens, por exemplo, são quase imprescindíveis.

2014-07-20 18.28.38 2014-07-20 16.58.58 2014-07-20 17.00.20

Lá você poderá tomar um sorvete, ou comer alguma coisinha e beber uma cerveja numa pausa entre mergulhos.

2014-07-20 17.02.59

 

Os lagos viram mesmo praias no verão. Você encontrará pessoas com guardas-sol ou, alternativamente, barracas de camping (pela sombra, não para acampar), toalhas estendidas na grama para tomar sol, bóias de diferentes tipos e tamanhos para as crianças, e até pedalinhos, canoas e banana boats poderão ser vistos.

A experiência de nadar em lago é um tanto incomum no Brasil – pelo menos para pessoas que nasceram e passaram a vida inteira em grandes cidades como eu. No Brasil lagos e rios nem sempre são limpos, existem doenças tipicamente contraídas em águas de lagos (esquistossomose) e lugares afastados das cidades são normalmente vistos como perigosos. De maneira que até vir morar na Alemanha eu nunca tinha nadado em um lago, e nunca tinha imaginado que poderia ser um hobbie normal para o verão. Mas o fato é que é uma experiência totalmente diferente de nadar em piscinas ou praias. A primeira coisa que você nota é o espaço infinito para nadar. Piscinas são pequenas e o mar, apesar de não ter o problema do tamanho, é sempre um tanto perigoso para nadadores. Nunca é muito recomendado se afastar da costa e ir onde não dá pé. Passando de um determinado ponto, a correnteza dificulta a volta. Fora que a água salgada e as constantes ondas, embora ofereçam suas próprias particularidades em experiências aquáticas, não são as versões mais confortáveis para o nado. No lago é diferente. Espaço não falta, sabendo nadar não há grandes perigos em se afastar da margem, e a água calma e doce não dificulta a permanência. Me senti um peixe.

Claro, as bordas dos lagos, um tanto lamacentas e cheias de algas são um tanto desconfortáveis, mas basta avançar alguns metros para onde não dá pé que a experiência muda.

E, claro, sendo a Alemanha, não precisa se preocupar com qualidade da água ou segurança. Os lagos mais visitados (aliás, provavelmente todos, mas com certeza os mais visitados) são constantemente e minuciosamente monitorados na qualidade da água e outros possíveis perigos para visitantes.

2014-07-20 18.23.42 2014-07-20 18.23.15

 

Mas certamente o ponto mais particular mesmo de um passeio a um lago alemão – especialmente se você estiver na antiga Alemanha Oriental – é a grande quantidade de nudistas. Grande mesmo. Ontem o lago estava cheio de gente, das quais no mínimo metade estava totalmente nu. Isso é completamente normal por aqui, portanto não estranhe. Os alemães são muuuuuito tranquilos em relação a corpos e aparência. Ninguém estava preocupado em prestar atenção no corpo de ninguém. Mesmo mulheres jovens tinham total liberdade para tomar sol nuas sem nenhum tipo de assédio, ninguém nem mesmo olha duas vezes (na verdade, espere você receber olhares feios e broncas se parar para olhar outras pessoas nuas).  Essa cultura de liberdade do corpo (em alemão chama-se FKK – Freikörperkultur, cultura do corpo livre) é super típica da ex-Alemanha Oriental, sendo a alta taxa de não-religiosos entre os alemães um dos principais motivos.

2014-07-20 18.36.28

Aproveite para fazer um longo passeio de bicicleta para um lago nas proximidades. O caminho certamente será simpático.

Informações sobre os lagos próximos à você podem ser encontradas com facilidade na internet, basta digitar “Badeseen in *nome da cidade ou região*”. Esse site, por exemplo, reúne informações sobre todos, ou quase todos, os lagos visitáveis da Alemanha incluindo atividades disponíveis no local, infraestrutura presente, se é possível fazer nudismo, se tem areia, etc. Aproveite!


(Publicado em 21 de Julho de 2014)

 

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s