Pedalando na Alemanha – Parte 3: com chuva e carga?

Essa é a terceira parte do post sobre bicicletas na Alemanha. A primeira e a segunda partes você encontra aqui e aqui, respectivamente.

Esse post é mais simples, basicamente para discutir questões de praticidade que pessoas que não usam bike como meio de transporte costumam perguntar, ou usar de desculpa para ir de carro até a padaria da esquina.

O que fazer se eu estiver indo de bike e começar a chover?

Aqui é muito simples. Se vc realmente não quiser se molhar (um pouquinho de chuva só faz mal se vc for feito de açucar), termine o percurso de tram. Vc pode deixar a bike onde está e buscar quando passar por lá de novo, ou, mais prático ainda, levar a bike com você no tram. Estou falando de tram pq é o principal transporte público de Dresden, que é onde eu moro, mas vale, em outras cidades, para metrôs e ônibus também.

Sempre dá pra levar a bike junto, normalmente você paga uma tarifa um pouco maior para levar bicicleta ou cachorro.

Aqui em Dresden, o bilhete para uma viagem de tram/ônibus/trem custa 2,00€. Para levar bicicleta ou cachorro você compra também um bilhete de preço reduzido (que é o mesmo que vale para crianças de 6 até 14 anos) por 1,40€. Então para ir de tram com a sua bike ou o seu cachorro, você paga um total de 3,40€. Parece muito, mas aqui, e em qualquer cidade da Alemanha e provavelmente da europa inteira, tem várias opções diferentes de bilhete. Você pode comprar o bilhete para uma viagem, ou o bilhete de 4 viagens, que sai mais barato, ou o de um dia inteiro, ou o de uma semana inteira, ou o de um mês, ou o de um semestre. Para a bike, tem a opção de bilhete mensal de bike. Então, por exemplo, se vc usa trem todo dia, digamos, vc vai de bike até a estação, daí pega o trem, e aí vai o resto do caminho de bike, vale a pena comprar um desses bilhetes mensais de bike, que custam só 16€. (ainda precisa do seu bilhete próprio, também, claro. O mensal custa 52,50€. Enfim, eu falo mais das várias opções de bilhetes de transporte público em um post futuro sobre transporte público.

Mas não ficam lotados, os trams/ônibus/metrôs? Cabe a bike?

Às vezes eles ficam bem cheios, sim. Não é assim, uma estação da Sé às 18h, mas em alguns horários pode ser um pouco complicado colocar a bike pra dentro, sim. Mas os alemães são muito tranquilos em relação a transporte público. Não tem empurra-empurra, mesmo quando está lotado todo mundo que quer descer consegue descer, é tudo muito tranquilo. E se tem alguém com uma bicicleta ou um carrinho de bebê, sempre arranjam um jeito de abrir espaço para a pessoa. Mas, claro, se realmente não der, sempre tem a possibilidade de estacionar a bike em algum lugar e buscar depois.

A outra questão é, como levar coisas na bicicleta?

Tem várias opções. Você pode colocar uma cestinha na frente, uma cestinha atrás, uma cestinha na frente E uma atrás…

IMG_3577 IMG_4064

Ou, se você não é fã das cestinhas, tem a opção de colocar uma bolsa de bicicleta, que fica do lado da roda traseira. (Nesse caso o ideal é colocar duas, para equilibrar o peso, mas funciona só com uma, também)

IMG_4109 IMG_4113

Você pode dar um jeito de prender suas coisas na garupa…

IMG_4129 IMG_4131

E, claro, se você prefere uma bike mais simples e clean, a opção é levar as coisas na mochila, ou, ainda, na mão mesmo. não é tão difícil quanto parece.

IMG_4097 IMG_4134 IMG_4100

No próximo e último post sobre bikes: E o que fazer com as crianças?


(Publicado em 16 de Maio de 2013)

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s